logo

Início > Dança >

Coreógrafo dará oficina para dançarinos e atores no Espaço

08 de janeiro de 2018



 

O coreógrafo e dançarino Admilson Maia vai ministrar oficina este mês na Fundação Espaço Cultural, em João Pessoa. Ele diz que não dá aula: “Provoco aula”. Segundo Admilson, o segredo está em procovocar movimentos corporais, falas e até personagens nos alunos.

A oficina que ministrará do EsPaço Cultural ocorrerá entre os dias 17 e 19, às 21h, destinada a dançarinos e atores.

“As pessoas que fazem dança ou teatro me chegam muito viciadas em movimentos configurados da dança clássica e os atores impregnados de clichês do âmbito gestual do teatro. Por isso tento porvocá-los para uma comunicação mais simples, clara e direta, ou indireta, com espectador”, explica Admilson.

Segundo o coreógrafo, durante as aulas, o participante terá a oportunidade de “sair do conforto de seus corpos/movimentos/codificados da dança tradicional clássica e fazer uma vivência dos movimentos do nosso cotidiano contemporâneo”.

Admilson Maia diz que sua dança é teatralisada com códigos, imagens,figuras, falas/textos, que mesclam verdades e ilusões.

“Sou um artista que sempre montei todos os meus espetáculos a partir de uma situação familiar, uma emoção minha ou de alguma pessoa próxima ou não. Meu trabalho de pesquisa vem do meu olhar nas ruas vendo pessoas caminhando, falando, gesticulando. Também fico muito vendo os animais abandonados, e de tudo isto levo para minha aulas e para os meus espetáculos. As ruas são meu laboratório”, acrescent o artista.

A oficina também tem a proposta de trabalhar força, equilíbrio, desequilíbrio, tonificação muscular, criação de personagens e coreografia. As inscrições podem ser feitas na Diretoria de Desenolvimento Artístico e Cultural. As insformações podem ser obtidas pelo telefone 3211.6225.

Quem é

Bailarino, coreógrafo e intérprete, o paraibano Admilson Maia também é ator e preparador de atores e bailarinos. Tem 12 montagens no currículo, entre elas o espetáculo ‘Desejos’, que fez turnê em 1994 e com a qual foi premiado em nível nacional.

Fez também ‘Alvará’, quando atuou junto com o Ballet Stagium e a Prefeitura de São Paulo. A Mah, sua companhia de teatro e dança, existe há 23 anos.

Admilson Maia morou em Lausanne, onde fez residência coreográfica na Companhia Felipe Saire. Ainda na Suíça trabalhou com a escritora brasileira Cássia Navas.

Admilson trabalhou com a coreógrafa alemã Fabiana Abramovich e atuou na Companhia Moncho Rodrigues, esta última de Portugal, para onde deve regressar em março.

 

(José Carlos dos Anjos Wallach)

CATÁLOGO DE PROFISSIONAIS

Quem sabe fazer sua festa

logo