logo

Início > Literatura >

Ilustradora paraibana arrecadou R$ 10,5 mil em campanha por livro

20 de agosto de 2017 Foto: Divulgação



 

Desapego e amadurecimento é o que busca a mensagem de ‘Onde as gaivotas fazem seus ninhos’, como explica a paraibana Minna Miná. O livro é o mais novo participante de uma modalidade de financiamento cultural: o coletivo.

Esse é o primeiro livro de Miná, de 23 anos, e está há duas semanas na plataforma Catarse em busca de doações via web. O custo total do projeto é R$ 26,3 mil e até a manhã deste domingo (20) pouco menos da metade já havia sido acalçada (R$ 10.553,00), com 145 doações.

Restam 47 dias para a campanha se fechar, mas se o ritmo for mantido, Minna Miná alcançará a meta antes da data final, segundos antes da meia-noite do dia 6 de outubro.

A publicação, primeira da artista que já tem em sua bagagem duas exposições individuais, foi produzido inteiramente pela jovem, desde sua concepção à ilustrações e editoração. ‘Onde as gaivotas fazem seus ninhos’ foi seu projeto de conclusão de curso de Mídias Digitais (UFPB) e tem conquistado apoio de futuros leitores de todo o país.

Ilustrado à mão

O livro é composto por 196 ilustrações coloridas feitas à mão e foi produzido durante um ano, baseado na experiência da ilustradora na cidade do Porto (Portugal), onde fez intercâmbio. “Gostava muito de desenhar pessoas nas praças e cafés e de ver as gaivotas passarem. Percebi que nunca havia visto um de seus ninhos e que não sabia de onde viam, nem para onde iam. Me dei conta que como elas, temos nossos próprios ninhos e trajetórias que ficam ocultos para aqueles que só nos veem passar”, conta a jovem.

O livro é sobre a busca por um ninho como um constante caminhar, que não tem a ver com permanecer, ou alcançar, mas que é como viver.

Recompensas por doações

Para cobrir os custos de impressão do livro, Minna espera arrecadar R$ 26.300,00 através de recompensas oferecidas por ela na plataforma do Catarse. É possível escolher entre o livro impresso, cartões postais, marcadores de livro, desenhos originais e quadros emoldurados.

As doações podem ser feitas através de cartão de crédito ou boleto bancário. Por ser uma campanha tudo ou nada, se a meta de arrecadação não for alcançada nos 60 dias de prazo, o livro não será impresso e os apoiadores terão seu dinheiro de volta.

“O apoio dos futuros leitores é importante não só para tornar esse projeto realidade, mas para manter viva a rede de artistas independentes de nosso país. É possível contribuir com o projeto não só apoiando, mas divulgando e compartilhando entre amigos e familiares”, explica a campanha.

Para conhecer o projeto de Minna Miná na Catarse acesse www.catarse.me/gaivotas

Sinopse

Em uma cidade europeia vivem 4 jovens: o viajante, a imigrante, a executiva e o menino de luto. Apesar de não se conhecerem, eles possuem algo em comum além da solidão: estão na busca, cada um à sua maneira, por um ninho, refúgio do cotidiano. As histórias são contadas de forma paralela e enviesada, usando mais desenhos que textos, numa mistura de quadrinhos com livro ilustrado.

A autora

A paraibana Minna Miná, de 23 anos, é formada em Comunicação em Mídias Digitais pela UFPB e adora desenhar desde criança. Seu exercício constante na arte resultou no aperfeiçoamento das técnicas e na criação de um estilo característico, o dos personagens estranhos de pescoços alongados.

Aos 18 anos, Minna desenvolveu a exposição As Pequenas Coisas d’Amélie Poulain para a galeria Louro e Canela, e foi um sucesso de público. Em maio de 2014, seu projeto foi selecionado pelo edital Expo-SESC e À Espera no Campo de Centeio, sua segunda exposição, foi exposta com apoio do SESC.

Em seguida, a mesma exposição passou ainda pela Galeria Louro e Canela, Energisa e Espaço Cultural José Lins do Rêgo. Ela também desenvolve trabalhos de design e ilustração para eventos culturais, capas de livros e ilustrações para a editora Abril.

(Da Redação, com assessoria da autora)

CATÁLOGO DE PROFISSIONAIS

Quem sabe fazer sua festa

logo