logo

Início > Eventos >

Paraibanos invadem o Rootstock e põem público para dançar

11 de outubro de 2017 Foto: Sandrinho Dupan

A banda Os 3 do Nordeste pôs o público para dançar no Mercado Público de Belo Horizonte

 

A banda Os 3 do Nordeste fez uma apresentação na noite dessa terça-feira (10) no Mercado Público de Belo Horizonte. Os paraibanos são alguns dos artistas que estão em Minas para participar do Rootstock 2017, um dos maiores festivais de forró do país, que começa nesta quinta-feira (12) e vai até o sábado (14).

Muitos paraibanos estão integrados ao evento, seja como atrações que rodarão no palco do festival, seja como público. Entre eles está o músico e pesquisador Sandrinho Dupan, que vai ministrar uma oficina de pandeiro abordando ritmos nordestinos (forró, coco, baião, xote, xaxado e arrasta pé).

Foi o próprio Dupan que topou o convite para atuar como correspondente do blog. Quando não estiver fazendo sua arte, ele coletará material para divulgação no Festar (fotos, entrevistas, vídeos).

Dupan, artista e nosso correspondente

Roninho

Nesta quarta-feira, outro paraibano sobe ao palco em Minas, no chamado ‘esquenta do Rootstock’. Roninho do Acordeon fará o show de abertura para a apresentação do trio paulista Dona Zefa.

Rootstock

Realizado anualmente desde 2002, o festival reúne artistas de todo o país, celebrando as raízes do ritmo genuinamente nordestino. É um ponto de encontro de veteranos e de jovens forrozeiros, que chegam de vários Estados e até do exterior.

É possível assistir apresentações tanto de artistas que fizeram sucesso e se tornaram ícones no estilo nas décadas de 70 e 80, quanto de jovens talentos, preservando o formato de trio (sanfona, zabumba e triângulo).

Este ano o festival homenageia a pernambucana radicada na Paraíba, Marinês.

Antes realizado no interior paulista, agora o evento acontecerá na Serraria Souza Pinto, um espaço cultural de Belo Horizonte (MG). Com a mudanças, a organização afirma que o evento amplia o potencial e a capacidade de público, podendo reunir até 4 mil pessoas.

Da união de experiências do Festival Rootstock, com Marcos Farias (filho de Marinês, multi-instrumentista, compositor e produtor musical), com produtores culturais de Belo Horizonte e da Europa, surge o novo conceito de festival urbano.

(Da Redação, com informações e fotos de Sandrinho Dupan)

CATÁLOGO DE PROFISSIONAIS

Quem sabe fazer sua festa

logo